Professora denuncia fraude envolvendo a Prefeitura de Cabo Frio

Letícia Mendes, que é professora de Ciências e foi contratada da Rede Municipal de Ensino entre 2013 e 2018, diz que consta em seu CPF um vínculo com a Prefeitura de Professora de Artes do Ensino Médio que não existe, já que nem formação em artes ela possui.

Uma professora foi às redes sociais nesta sexta-feira (3), denunciar uma fraude envolvendo a Prefeitura de Cabo Frio. Letícia Mendes, de 32 anos, é formada em Biologia e já foi professora da Rede Municipal de Ensino entre 2013 e 2018, mas atualmente encontra-se desempregada.

Por isso, Letícia foi mais uma dos mais de 60 milhões de brasileiros que se cadastraram para receber o Auxílio Emergencial do Governo Federal. Só que, para sua surpresa, teve seu pedido negado por ter emprego formal.

Ela conta que foi consultar sua carteira de trabalho digital e descobriu que em seu nome constam vínculos em aberto com a Prefeitura de Cabo Frio. No aplicativo da Carteira de Trabalho Digital consta a informação de que ela é professora de artes do Ensino Médio, sendo que nem é essa a sua real formação – ela é professora de Ciências e está habilitada para dar aulas para o Ensino Fundamental II.

Mendes conta que enviou um email para o setor de Recursos Humanos da Prefeitura de Cabo Frio e que denunciou a fraude ao SEPE Lagos – sindicato que representa a categoria dos profissionais da Educação, mas ainda não teve retorno nem da Prefeitura e nem do sindicato.

A redação do Blog do Davi Matos encaminhou um pedido de resposta à Prefeitura de Cabo Frio, mas até o fechamento da matéria não teve resposta. Estamos à disposição da Prefeitura para maiores esclarecimentos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.