#RETRUCANDO – O rompimento do vice

Na última semana, o vice-prefeito de Cabo Frio, Felipe Monteiro (PCdoB), tornou público o seu desentendimento com o prefeito Dr. Adriano (DEM), e anunciou seu rompimento político com o mesmo.

O vice-prefeito de Cabo Frio, Felipe Monteiro (PCdoB), tornou público na última semana o seu desentendimento com o prefeito Dr. Adriano (DEM). Nos bastidores, já era dado como certo o rompimento do jovem político com o médico ortopedista, fato confirmado por Felipe em um vídeo publicado nas redes sociais: “DEIXO CLARO NESSE VÍDEO O QUE MUITOS SABEM E MUITA GENTE ME PERGUNTA: MEU TOTAL E IRREVERSÍVEL ROMPIMENTO POLITICO COM DR. ADRIANO”, escreveu ele na legenda.

A iniciativa de Felipe de abandonar o governo é positiva, claro. O grande problema está na demora do mesmo em fazê-lo, haja vista que não é de hoje que a administração do Dr. Adriano tem se revelado um caos. São problemas que se multiplicam e não contaram, até ontem, com nenhum repúdio do vice-prefeito.

Outro ponto a ser considerado é que Felipe é pré-candidato a vereador, e se rebelar contra o governo apenas agora que estamos às portas do processo eleitoral, aos olhos da população, pode ser visto como “oportunismo”.

Sabemos que o atual prefeito nunca delegou autonomia ao seu vice. No entanto, foi um erro do Felipe ter se calado e aceitado esta condição por tanto tempo. Ele poderia ter aproveitado a visibilidade do cargo para justamente denunciar as mazelas da administração municipal, como já fazia antes de se tornar vice-prefeito.

Em tempo: vale dizer que respeitamos a trajetória política do Felipe Monteiro, que sempre foi um jovem atuante nas questões políticas, principalmente com as demandas da Juventude. Cremos que esse seja o momento do mesmo amadurecer suas posições, promover uma autocrítica e se preparar para o futuro. Dentre erros e acertos, Felipe é uma boa pessoa, possui boas intenções e pode ter um futuro promissor na Política.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.