CANAL AMBIENTAL: “Meio bilhão de abelhas mortas em três meses, o que isso significa?” – por Jailton Dias

Em linhas gerais, a morte em grande escala significa um caminho intenso para extinção de uma espécie, além de, nesse caso, significar a perda de um dos principais agentes polinizadores de toda vegetação existente no Planeta.

Fatores como o aquecimento global e o uso irrestrito de agrotóxicos vêm afetando toda a existência de nossas abelhas.

Hoje vamos conversar sobre o que esta extinção pode causar.
Estamos meio que “acostumados automaticamente” em eliminar uma colméia urbana assim que avistamos em nossa residência. Lembro sempre aos amigos leitores, que nosso Planeta começa no nosso município. Tudo que fazemos aqui implica em um resultado Global.

Vamos pensar com mais carinho e atenção nas espécies que não são de nosso convívio direto, que elas têm uma função neste Planeta, e na sua totalidade, estas funções são importantes para nossa sobrevivência.
As abelhas são importantes na agricultura, pois são agentes polinizadores “gratuitos”, aumentando assim a produtividade do local.

São agentes de reflorestamento.
São agentes de paisagismo por polinizar flores e espécies ornamentais.
Portanto, são essenciais para nossa existência visto que participam de todas as situações vitais para nossa vida e do Planeta.

Não estão sozinhas, claro, outros vários insetos e animais também participam destes serviços 0800 para nosso Planeta.

Visto isso amigos, sempre que pensarem “em darem um fim” em uma colméia, pensem em chamar um especialista para retirar de forma sustentável esta colméia, a transferindo ou para uma mata ou para sua criação (sendo um apicultor).

Um grande abraço. Estamos nas redes sociais do Facebook e Instagram.

*Jailton Dias Nogueira Junior é biólogo, radialista, ex-secretário de Meio Ambiente de Cabo Frio e escreve ao Blog Davi Matos

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.