CABO FRIO – UM PEDAÇO DA HISTÓRIA: “A trajetória da primeira vereadora de Cabo Frio” – por Agilson Garcia

Confira a seguir o artigo da coluna 'Cabo Frio - Um Pedaço da História' de hoje. Conheça a trajetória de Ana Célia Mathias dos Santos Corrêa (in memorian), a primeira mulher a ocupar assento no Parlamento cabo-friense.

Ana Célia Mathias dos Santos Corrêa nasceu no dia 06 de novembro de 1944.

Em 1982 iniciou sua vida pública sendo candidata a vereadora pelo PDS (Partido Democrático Social), pleito na qual saiu vencedora, e é considerada a primeira vereadora eleita na Câmara Municipal de Cabo Frio, junto com Silvinha.

Ana Célia ocupou o cargo entre 1983 até 1989. Em 1992 se candidatou novamente, desta vez pelo PFL (Partido da Frente Liberal) e ficou como Suplente. Em 1995 voltou a ocupar assento na Câmara dos Vereadores.

Ana Célia foi também a única mulher a ser presidente do Clube Santa Helena, foi funcionária concursada do INSS (antigo INPS), porta bandeira em uma escola de samba da cidade, datilógrafa na Prefeitura Municipal de Cabo Frio, dentre tantas outras funções, todas desempenhadas com maestria.

Uma curiosidade é que a ex-vereadora tinha o costume de andar com uma caneta atrás da orelha.

Ana Célia começou a trabalhar muito cedo, aos nove anos de idade, no famoso Café Society, que ficava na Praça Porto Rocha. Lá ela vendia sorvetes.

Trabalhou também com o sr. Américo Abreu, que tinha uma oficina na Avenida Teixeira e Souza.

Ana Célia gostava muito de música, participava de serenatas na praça, e cantava em serestas no Progresso Futebol Clube e na Associação Atlética Cabofriense. Só não foi uma cantora profissional por falta de oportunidade. Ela começou a trabalhar cedo para comprar tecidos para fazer vestidos para se apresentar, muitas das vezes saía de casa escondida dos pais para poder cantar nas noites, era sempre convidada para cantar nas rádios Cabo Frio e no Sistema de Auto Falante de José Paes de Abreu. As músicas Risque, Ouça, Ronda e as músicas de Elis Regina eram as suas preferidas e não podiam faltar em seu repertório. Gostava também de cantar hinos religiosos, seu parceiro na música muitas das vezes era o saudoso vereador Paulo Gil. Além de uma grande voz tinha um coração de ouro, amada por todos. Foi rainha e samba enredo da Paz e Harmonia.

Em 22 de março de 2004, infelizmente, se calou aquela grande voz, deixando muitas saudades no coração dos cabo-frienses. Foi uma grande guerreira, uma mulher empoderada e uma cidadã compromissada com o desenvolvimento da sua cidade. Fica aqui a nossa homenagem a ex-vereadora Ana Célia Mathia dos Santos Corrêa.

 

*Agilson Garcia é historiador, escritor, autor do livro ‘Cabo Frio – Um Pedaço da História’ e escreve a coluna que leva o mesmo nome do seu livro no Blog Davi Matos às terças-feiras. 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.