Jean Wyllys renuncia ao mandato de Deputado Federal após supostas “ameaças de morte”

O agora ex-deputado, que está de férias no exterior, afirma que não pretende voltar ao Brasil. Wyllys também diz ser ameaçado de morte, e para se proteger, desistirá da vida pública e se dedicará a vida acadêmica.

O deputado federal Jean Wyllys, eleito pela terceira vez consecutiva pelo PSOL do Rio de Janeiro, disse que vai desistir do novo mandato e viver fora do Brasil. Em entrevista exclusiva à Folha de S.Paulo, o parlamentar, que está de férias em outro país, contou que não pretende voltar e que vai se dedicar à carreira acadêmica.

Wyllys afirma receber ameaças de morte com frequência e que vive sob escolta policial desde o assassinato da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, em março do ano passado. Com o aumento dos riscos, o deputado decidiu abandonar a vida pública para se proteger.

“O [ex-presidente do Uruguai] Pepe Mujica, quando soube que eu estava ameaçado de morte, falou para mim: ‘Rapaz, se cuide. Os mártires não são heróis’. E é isso: eu não quero me sacrificar”, explicou à Folha.

Jean Wyllys tomaria posse do novo mandato no dia 1° de fevereiro, na volta do recesso do Congresso Nacional.

*Com informações do MSN

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.