O velho ‘Toma lá, dá cá’ continua a imperar no Governo de Cabo Frio

Com 2018, se vai a esperança de mudanças significativas na administração municipal, apesar do governo ser "novo".

Fazendo uma análise da atuação da gestão municipal no ano de 2018, concluímos que a troca de governantes não refletiu em melhorias para a cidade e seus cidadãos.

O governo Adriano Moreno mais parece uma continuação da administração de Marquinho Mendes, em versão ainda pior. Algumas figurinhas novas, outras repetidas, mas o sistema que rege o governo é o mesmo: o velho ‘toma lá, dá cá’.

Nos bastidores, vereadores protagonizam briga de foice por cargos, portarias e benesses. Desta forma, os edis contemplados em seus interesses escusos seguem a cartilha governista e deixam de lado as reivindicações da sociedade, defendendo o indefensável e não cumprindo o papel institucional de fiscalizar o Poder Executivo.

Basta. 2020 está chegando e precisamos refletir sobre o que queremos de fato para a nossa cidade.

Chegamos ao absurdo de um prefeito cogitar processar um vereador, um dos poucos que ainda fazem a diferença, por cumprir com o seu dever de questionar a legalidade de contratos emergenciais na Saúde – e diga-se de passagem bem suspeitos. Pode isso, Arnaldo ??

Para 2019, ficam os meus votos de uma atuação plena, efetiva e eficaz do MP e de todos os órgãos de fiscalização no município de Cabo Frio. É inadmissível tantas suspeitas de irregularidades, ainda mais em tão pouco tempo de gestão. Que aqueles que têm autonomia para tal façam profundas investigações e acompanhem cada passo do governo. Com tantos indícios, creio que não deve ser difícil encontrar irregularidades. Onde há fumaça, há fogo.

— Davi Matos

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.