Uma breve análise dos primeiros meses do Governo Adriano

Em pouco mais de cem dias, Dr. Adriano Moreno não mostrou a que veio. Seu governo mostrou-se inerte aos problemas da cidade, mesmo com elevadíssimas entradas nos cofres.

A vitória de Dr. Adriano na eleição suplementar do último dia 24 de junho, até o momento, não trouxe a “mudança verdadeira” para Cabo Frio. Ao contrário, acredito que o atual prefeito seja pior que todos os “velhos caciques” juntos, pois se coloca como anti-político – apesar de ser um politiqueiro nato -, foi crítico dos antigos prefeitos e do mesmo “sistema” no qual se beneficiava.

Veja só: quando era vereador tinha 108 portarias e contratos na Prefeitura de Cabo Frio, e como médico acumulava 4 salários em Cabo Frio e em cidades vizinhas. Adriano Moreno já foi, inclusive, denunciado no Ministério Público Federal por peculato, enriquecimento ilícito e acúmulo ilegal de cargos e remunerações.

Seus primeiros meses como prefeito de Cabo Frio já são suficientes para pôr em xeque a sua credibilidade e o seu bom caráter. Dr. Adriano não cumpriu suas promessas de campanha até o momento – com exceção da informatização do Sistema de Marcação de Consultas – e, tal como fez com a sua ex-candidata a vice-prefeita Cristiane Fernandes (ainda durante a campanha), traiu os seus correligionários e companheiros de campanha, loteando a máquina entre os grupos de Marquinho e Janio.

Também é preciso dizer que sua administração está saindo pior que a encomenda. Faltam médicos e remédios nos postos e nos hospitais, as ruas estão escuras e esburacadas, a folha está inchada de fantasmas e etc, etc, etc… Além disso, é inadmissível o abandono do Hospital da Criança, iniciado pela gestão Marquinho, que fechou a unidade, e continuado pelo atual governo, com a construção de um muro na frente da mesma, fato que, obviamente, gerou grande repercussão e uma avalanche de críticas ao chefe do Poder Executivo.

Nenhum texto alternativo automático disponível.De antemão esclareço que não sou anencéfalo nem tampouco oportunista para exigir do prefeito uma transformação da cidade em apenas cento e trinta e poucos dias. Contudo, a cidade não pode – e não deve – parar. Serviços essenciais, obviamente, devem ser respeitados pelo governo. É inadmissível o que vem ocorrendo, principalmente na Saúde, com mortes ocorrendo por falta de insumos e medicamentos básicos.  Nenhum texto alternativo automático disponível.Recursos financeiros para sanar esses problemas têm – e de sobra, veja só meu caro leitor: segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o município recebeu de Royalties, em apenas 15 dias, cerca de R$ 31.000.000,00 (TRINTA E UM MILHÕES DE REAIS). Com tanto dinheiro, é impossível se conformar com o descaso (veja as imagens ao lado).

Fica o alerta e os meus sinceros votos de que Dr. Adriano comece a acertar no próximo ano. Pois o governo no caminho certo propulsiona o desenvolvimento da cidade e uma melhor qualidade de vida para os munícipes. Estaremos de olho, cobrando, fiscalizando e aplaudindo o que for bom e justo para Cabo Frio. Da mesma forma, criticando as ações que considerarmos prejudiciais ao nosso povo e a nossa terra. Seguimos na luta!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.