Intervenção no RJ tem alguma ação para o interior?

Estado passará por intervenção federal na segurança pública, mas se não houver nenhum planejamento que beneficie o interior, o problema só mudará de lugar

O Estado do Rio de Janeiro chegou a um colapso na Segurança Pública, dada a incompetência dos atuais gestores – leia-se governador Pezão, secretário de Segurança e outras autoridades, que durante anos nada fizeram para combater o crime organizado que aterroriza os cidadãos de bem.

Foi preciso chegarmos a uma situação crítica, à beira do abismo, para que os governos Estadual e Federal tomassem alguma atitude. No apagar das luzes dos mandatos do atual presidente da República, Michel Temer, e do governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, foi decretada uma intervenção federal dos militares no Rio de Janeiro, a fim de combater as organizações criminosas e devolver a paz aos cidadãos fluminenses.

Na teoria, a medida é sensata e justa. Por outro lado, se analisarmos o contexto deste decreto, veremos que o seu verdadeiro objetivo é desviar a atenção do fracasso do governo na votação da Reforma da Previdência, com a alegação de que “a integridade nacional é superior a qualquer interesse do governo”, e, desta maneira, promover uma agenda popular e aumentar os índices de aprovação do presidente Temer.

O Blog Davi Matos acredita que, tal como na instalação das UPP’s, esta intervenção pode acarretar na fuga de dezenas de milhares de criminosos para o interior do Estado. Assim sendo, se o interventor não promover uma ação contudente no interior – como na Região dos Lagos, por exemplo -, o problema da Segurança Pública não terá fim, apenas mudará de endereço.

Do mais, que seja feito o que deve ser feito para que o Rio de Janeiro volte a ser a terra da paz, do amor e da tranquilidade de antes. Que o nosso estado volte a ser reconhecido na imprensa nacional e internacional pelas suas belezas naturais e pelos seus atrativos, e não pela impunidade vista nos dias de hoje. Nós apoiamos a Intervenção Federal Militar ! 👏👏

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.