DEMISSÕES À VISTA: Cerca de 2.500 funcionários da Prefeitura de Cabo Frio devem ser demitidos em 2018

Nos corredores da administração o clima é de desespero e insegurança entre contratados e comissionados

A Prefeitura de Cabo Frio se prepara para começar mais um ano de dificuldades. Quem estava otimista com o novo ano, pode ir tirando o cavalinho da chuva. A previsão, segundo a Secretaria Municipal de Fazenda, é que cerca de 2.500 funcionários, dentre contratados e comissionados, sejam exonerados a partir de janeiro. O secretário Clesio Guimarães Faria anunciou que, conforme foi feito anteriormente, cabe aos titulares das pastas que compõem a estrutura da administração municipal selecionar quem vai ser dispensado.

Como sempre, o governo Marquinho repete a estratégia: passa o posto de dar notícias ruins e de desagrado da população aos súditos, visando não sofrer desgaste com as medidas austeras de seu governo.

Nos setores da administração, o clima é de insegurança e até desespero. Todos querem garantir o serviço. Para o comércio da cidade, que depende da movimentação da máquina pública – tendo em vista que Cabo Frio não possui indústrias ou outros geradores de emprego e renda senão a Prefeitura -, os próximos dias deverão ser de instabilidade nas vendas. A incerteza quanto ao 13° salário agrava a situação, e pode frustar as expectativas de reação da economia local neste Natal.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.